sexta-feira, 6 de outubro de 2006

E está chegando o dia...

Está chegando o dia da eleição do segundo turno e eu estou fortemente inclinado a anular meu voto, pois, dentre as opções apresentadas, tanto para Governador quanto para Presidente, os candidatos não são os que eu gostaria que estivessem concorrendo.
Para Governador eu votei no Eduardo Paes no primeiro turno e ,agora, ter que decidir entre Denise Margareth Thatcher Frossard e Sergio Garotinho Cabral é dose... Embora, entre os dois, eu tenha uma “pequena” preferência pela Denise Frossard (talvez até vote nela) vai depender da avaliação de suas propostas e de seu desempenho no próximo debate (se houver...).
Agora, para Presidente, a coisa complica MUITO... No primeiro turno votei no Cristovam Buarque – o cara que tinha a melhor PLATAFORMA dentre todos, que era a Revolução pela Educação. Convenhamos, EDUCAÇÃO é artigo que normalmente não faz parte das prioridades dos governantes. Estes precisam de uma LEGIÃO de anencéfalos para colocá-los no poder (mas isso é assunto para um outro POST).
No segundo turno a “disputa” será entre Alckmin e Lula. Decididamente não vou votar em nenhum dos dois – um nunca sabe nada e o outro acha que sabe tudo – mas brincadeiras a parte, realmente a situação não está nada fácil; estamos entre a cruz e a espada – votar em Alckmin seria um retrocesso a Era FHC e deixar o Lula seria a continuação dos escândalos vigentes.
Certa vez, li em algum lugar, que os crimes realizados por políticos deveriam ser considerados crimes HEDIONDOS e serem punidos com todo rigor da lei, mas o principal seria a devolução de todo dinheiro ROUBADO por eles pois, de que adianta o cara ficar de 8 a 10 anos afastado da política se a GRANA nunca volta para os cofres públicos?
O Lula até é uma figura emblemática, porém se perdeu nos meandros do poder e fez alianças que desfiguraram suas “Ideologias” – poderia ter feito um ótimo governo se não fossem seus “Amigos da República da Língua Presa”.
O Alckmin, com seu sotaque paulista e toda a expressividade de Stalone, como citei acima, será uma continuação do governo de FHC, governo esse que de bom só fez o Plano Real – Mas o Plano Real foi criado no governo de Itamar! Então nem isso...
Bem, como dizia minha avó, “O tempo é o melhor remédio” – Então vamos esperar para ver o que pode acontecer; mas acredito que boa coisa não será.

PS -: Não vou fazer aqui campanha pelo voto nulo, apenas essa será minha única opção. Pense BEM antes de dar uma procuração em branco (seu voto) para alguém que não é capaz de corresponder as suas espectativas...

Nenhum comentário: