domingo, 20 de maio de 2007

Até eles podem errar...




Um blog com alta credibilidade, uma informação falsa sobre um dos produtos mais esperados do ano e um intervalo de seis minutos. Foi o que bastou para provocar uma queda de nada menos que US$ 4 Bilhões nas ações da Apple, a fabricante dos iPods, dos computadores Macintosh e dos ainda não lançados iPhones.

Os US$ 4 Bilhões que "evaporaram" em apenas seis minutos equivalem, por exemplo, ao preço de mercado do Pão de Açúcar, uma das principais redes de supermercados do Brasil. As ações se recuperaram em pouco tempo, mas o estrago deixou milhares de investidores no prejuízo - e outros milhares, que compraram os papéis no momento da baixa, rindo à toa com o ganho fácil e inesperado.
Tudo começou quando o blog Engadget, especializado em produtos de alta tecnologia, anunciou que funcionários da Apple haviam recebido um e-mail da empresa comunicando que o lançamento do celular iPhone havia sido adiado de junho para outubro. O texto também informava sobre o adiamento do "Leopard", codinome do novo sistema operacional dos "Macs".
Ao receber o e-mail, repassado por uma fonte da própria Apple, o blog procurou a empresa, mas não esperou a manifestação dela para publicar a novidade. E assim o boato ganhou ares de notícia, provocando uma enorme onda vendedora no Nasdaq, a Bolsa de alta tecnologia sediada em Nova York.
O e-mail, soube-se depois, não era da Apple, apesar de imitar o padrão das comunicações internas da empresa. E o adiamento dos produtos, segundo a companhia, está fora de cogitação.
Até agora não se sabe quem foi o autor da mensagem - recebida por centenas de funcionários da Apple -, nem se sua intenção era derrubar as ações da empresa para poder comprá-las por um preço mais baixo. Se isso aconteceu, não se trata apenas de um trote, mas de um crime.
Com a credibilidade mais do que arranhada, o blog Engadget publicou uma nota de esclarecimento sobre a confusão. O autor do texto, Ryan Blocks, afirma que recebeu o e-mail de uma fonte confiável, que trabalha na Apple, e que tudo indicava se tratar de um comunicado autêntico. "Para um repórter, esse tipo de coisa - um memorando interno para os empregados de uma empresa - é ouro", afirmou, ao tentar justificar o triunfo do entusiasmo sobre a cautela.
"Aprendemos uma lição muito séria ontem", concluiu o precipitado jornalista: "Vamos trabalhar duro para reconquistar a confiança que perdemos e fazer o melhor para ser o sempre nos esforçamos para ser - uma fonte confiável sobre as novidades no mundo dos aparelhos eletrônicos e da tecnologia."


Fonte: Engadget

Nenhum comentário: