quarta-feira, 18 de julho de 2007

Relaxa e Goza – Marta Suplicy e o acidente da TAM

Não, isso não é uma cena de guerra, são bombeiros trabalhando no resgate das vitimas.



E agora Marta Suplicy, será que dá para relaxar e gozar depois de um acidente das dimensões do que ocorreu com o avião da TAM em Congonhas?
O que me deixa mais revoltado é o descaso das autoridades, que insistem em afirmar que não existe CAOS no sistema aéreo. Vôos superlotados, filas imensas nos aeroportos, radares funcionando precariamente, aeroportos que não tem infra-estrutura para suportar o aumento de trafego e inúmeros outros problemas que, quem viaja de avião é obrigado a enfrentar.
A TAM divulgou a lista com a relação dos mortos no acidente do vôo JJ 3054, no total 178, mas talvez haja mais vitimas, pois no prédio da TAM EXPRESS, que foi atingido pelo avião, ainda tinham muitos funcionários trabalhando naquela hora.
Enquanto o prédio ainda ardia em chamas, alguns "bandidos" se aproveitaram da situação e enviaram e-mail com um suposto comunicado da TAM, mas que contem link para página que instala cavalo de tróia nos computadores de quem, inadvertidamente, clicasse nele (inclusive cometeram um erro absurdo, ao invés de Congonhas, escreveram Aeroporto de Guarulhos).
Agora vão começar os inquéritos para apurar as causas do acidente, e até já consigo adivinhar em quem vão colocar a culpa: nos pilotos (HENRIQUE STEPHANINI DI SACCO e KLEYBER LIMA), pois eles já não podem se defender.
O acidente ainda não foi completamente esclarecido, ainda existem muitas perguntas sem respostas, mas o que realmente mais me choca é a quantidade de vidas perdidas de forma tão trágica e que poderiam ser poupadas.
Acidentes acontecem, porem quando são fruto do descaso de pessoas que são escolhidas para nos representar, ai a coisa muda de figura. Agora, depois do acidente, a Marta Suplicy afirma não ter nada a declarar, porque será?





Veja a cobertura completa sobre o acidente aqui.





Nenhum comentário: