quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Feed – O que é isso?


O termo inglês FEED, que significa "alimentar", dá nome a um sistema que possibilita a visualização atualizada do conteúdo de blogs e sites na internet sem que seja preciso visitá-los para isso.
Também conhecido como RSS FEED, (onde a abreviatura RSS se refere aos seguintes padrões: Rich Site Summary - RSS 0.91, RDF Site Summary - RSS 0.9 e 1.0, Really Simple Syndication - RSS 2.0) é um conjunto de "dialetos" XML que servem para agregar conteúdo na web, principalmente de blogs e sites de notícia, por possuírem um maior dinamismo em suas publicações.
Para ter acesso a esse conteúdo, é necessário usar um "Agregador de Feeds", que pode ser tanto um programa específico para esse fim como um serviço de leitura online e, dentre os vários que existem, eu recomendo o Google Reader, que eu utilizo, (os serviços online são muito melhores, pois não é necessário instalar nenhum programa em sua máquina) e baseado nele farei um pequeno tutorial "passo-a-passo" para que todos tenham acesso aos benefícios e funcionalidades deste "sistema".
A princípio, o principal beneficio de se utilizar feeds é a possibilidade de acompanhar vários blogs, sem que seja necessário visitá-los - aqui você deve estar se perguntando: mas qual a utilidade de visualizar um blog sem visitá-lo? TEMPO, pois além de reunir em um único lugar todos seus favoritos, você não perde um tempo precioso esperando a abertura das páginas, o que maximiza a sua leitura.
Para começar a se "alimentar", o primeiro passo é acessar a página do Google Reader, caso não seja registrado em nenhum serviço do Google (será que existe alguém que não seja), faça o seu registro, depois, faça o login e você verá uma tela como essa:








Aqui, temos duas opções para adicionar inscrições nos seus blogs favoritos. Caso você já utilize outro agregador, pode-se importar sua lista de assinaturas acessando no canto superior direito o link SETTINGS, depois IMPORT/EXPORT (lá você terá informações de como salvar sua lista para que seja importada pelo Google Reader), selecione o arquivo salvo em seu computador e clique em UPLOAD. Mas se você não sabia nem o que era FEED antes, a maneira mais fácil de adicionar assinaturas é clicando em ADD SUBSCRIPTION, localizado do lado esquerdo da tela, vai aparecer uma caixa de texto, basta digitar o endereço do blog que você deseja acrescentar e o Reader faz o resto automaticamente.
Após adicionar todas as suas assinaturas, observe que ao lado do nome de cada uma delas existe um numero, que representa a quantidade de posts não visualizados, assim que um blog publica um novo tópico, esse numero muda instantaneamente.
Existem duas opções de visualização dos posts: LIST VIEW e EXPANDED VIEW, localizadas no canto superior direito – escolha a que mais lhe agradar.
Se reparar bem, vai notar que a interface do Reader é bem parecida com a do GMail (porque será?) e alguns de seus recursos também. Um que eu utilizo bastante é a classificação de tópicos importantes com estrelas, que depois podem ser acessados com mais facilidade no link STARRED ITEMS, na parte superior do lado esquerdo da tela.
O Google Reader é bem intuitivo e sua interface simples e clara, facilita bastante o uso. O único problema é que causa "dependência" em pessoas que são viciadas em leitura como eu.
Espero que com essa ajuda, você que tinha preguiça de ler blogs, se sinta mais motivado e se fidelize aos que mais gostar. Mas para comentar o que leu, ainda é necessário acessar diretamente o blog, pois ainda não criaram um meio de fazer isso através dos feeds, mas fica aqui uma idéia, alguém se habilita?

Nenhum comentário: