quarta-feira, 5 de setembro de 2007

A Tropa de Elite do Cabral






Se levarmos em conta os milhares de DVD's piratas já comercializados, o filme Tropa de Elite tem tudo pra ser um grande sucesso de bilheteria.
O filme conta a história do Capitão Nascimento (Wagner Moura) do BOPE (Batalhão de Operações Especiais) da Polícia Militar do Rio de Janeiro e se passa no ano de 1997. Com um roteiro muito bem elaborado e contando com atuações marcantes dos atores, que inclusive conseguiram retratar a linguagem característica dos policiais, é uma obra de ficção, mas revela toda a corrupção e crimes praticados por policiais inescrupulosos.
Nosso Governador Sergio Cabral, segundo o blog do Mauro Ventura, do Globo, também viu o piratão, e não gostou nada da repercução negativa que o filme pode acarretar ao Rio de Janeiro, mais especificamente, a Polícia Militar, por isso, já exigiu que providências fossem tomadas, e uma delas será a terceirização da frota de viaturas da PM (tudo bem, já é um começo, mas eu acredito que existam outras medidas mais emergenciais, tais como, aumento dos salários, melhor preparação dos policiais, unificação das policias civil e militar).
Já vi o filme (não sou Governador, por isso não me incomodo em dizer abertamente) e realmente o que é mostrado é de uma realidade incrível: batalhões com instalações precárias, viaturas sucateadas, MUITA corrupção e alguns policiais que tentam modificar um sistema degenerado. Maior fidelidade impossível.
Bem, quando o filme for lançado "oficialmente" no cinema, com certeza eu irei ver novamente, pois é um dos melhores filmes policiais já produzido aqui no Brasil, e prova de que nem sempre a pirataria é prejudicial (quer melhor propaganda do que essa, notícia em vários jornais antes mesmo da estréia).


Nenhum comentário: