quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Novo material é mais escuro que o preto.

1black

Pesquisadores da Universidade de Rice, em Houston, Texas, criaram um novo material que afirmam ser o material mais ESCURO da Terra. A substância, composta de nano-tubos de carbono, absorve mais que 99,9 % da luz e é aproximadamente 30 vezes mais escura que a substância de carbono utilizada pelo U.S. National Institute of Standards and Technology para aferir atualmente a "obscuridade".

Ao invés de reclamarem um registro no Livro dos Recordes Guinnes, a equipe de pesquisa resolveu utilizar comercialmente a nova descoberta, e estão avaliando a possibilidade de fazer uso de suas propriedades para a deteção infravermelha, a observação astronômica e a conversão de energia solar (taí uma nova utilização para a expressão BLACK POWER).

Os nano-tubos, que são 400 vezes menores que o diâmetro de um fio de cabelo, ajudam a absorver muito mais luz devido ao carbono utilizado em sua composição. Esses tubos estão arranjados de forma paralela nas extremidades, e essa configuração permite "prender" a luz nas aberturas minúsculas entre as lâminas, contando ainda com uma superficie irregular e áspera para reduzir a refletividade.

"Tal disposição do nano-tubo permite não apenas refletir menos luz, como absorve-la muito mais" disse Shawn-Yu Lin, um professor de física em Rensselaer, que ajudou fazer a substância. Os pesquisadores testaram o material na luz visível somente. Agora querem ver como ele se comporta diante da luz infravermelha, ultravioleta e outras fontes, tais como a radiação usada em sistemas de comunicações.

Fonte: Yahoo News

Nenhum comentário: